sábado, 30 de outubro de 2010

viagem

minha poesia funciona
(por mais esquisito que seja)
quando a saudade aperta
e tudo que eu quero dizer é
me beija, me beija, me beija.

2 comentários:

Carol Sousa disse...

Aí manda beem....

Venho sempre aqui pegar uma brisa poética...uma maravilha!!

Sou mesmo é tua fã...heheh

Bjo

Carol Sousa disse...

Paulinha, querida, tem um presente pra você no meu blog!! É um selinho de "blog digno de ser lido"!!! pegue lá...heheh

Bjão